FUP APRESENTA COMPARATIVO ENTRE PROPOSTA DA PETROS E DO GT PARITÁRIO COM RESPOSTAS AOS QUESTIONAMENTOS

A PETROS apresentou uma proposta alternativa ao que foi apresentado no Relatório do GT paritário.

É importante registrar que após 2 anos de funcionamento do GT e do Fórum ampliado as entidades não foram capazes de chegar a um consenso de uma proposta razoável, minimamente exequível e, que garantisse direitos basilares como permanecer no atual plano PPSP-R e NR e, a aplicação da CNPC 30 para planos em extinção, que permite o prazo de equacionamento ser estendido até o último participante e não aos atuais 18 anos.

Também os Investidores Participantes ressentem-se que até o presente momento não tenham tido acesso ao Relatório do GT paritário. Como legítimos interessados, donos do patrimônio,os participantes do PPSP tem este direito assegurado na Constituição Federal.

Em tempo bastante reduzido o novo Presidente da PETROS Bruno Dias apresentou uma nova proposta de um Plano de Equacionamento de Déficit com Alteração de Direitos Futuros – PED-ADF com as seguintes principais características:

• Equacionamento dos déficits de 2015 e 2018;
• Manutenção do PPSP-R e PPSP-NR;
• Segregação dos Pré-70;
• Utilização do CNPC – 30;
• Redução de Benefícios Futuros (Pecúlio, Pensão e 13º);
• Contrapartida das Patrocinadoras referente à redução de benefício;
• Alíquota única da contribuição extraordinária;
• Não haverá necessidade de abrir mão das ações judiciais em andamento.

Para acompanhar o detalhamento e a evolução da proposta, além de discutir conosco participe de nosso GRUPO NO TELEGRAM clicando aqui

Leia abaixo o comparativo das propostas elaborado pela FUP com as resposta dela aos questionamentos:

COMPARATIVO

1-4992336677675466885

QUESTIONAMENTOS

191017-QuestionamentosRespostas

Print Friendly, PDF & Email