Petros cobrará dívidas da Petrobras

O Conselho Deliberativo da Petros aprovou a determinação à Diretoria Executiva da Fundação para que seja mensurada e cobrada a dívida referente ao Contingente Judicial. Ou seja, a Petros, pela primeira vez em sua história irá cobrar da Petrobrás o regresso judicial das ações em que a companhia é condenada solidariamente com a Petros nas ações movidas pelos participantes e assistidos.
.
O valor financeiro referente a essas contingências judiciais foi calculado em quase R$ 4 bilhões ao final do exercício 2016. E a Petros deverá ainda calcular e cobrar da Petrobrás os valores atuariais que irão se apresentar em função dessas contingências. Além disso, devem entrar na conta o gasto enorme que a Fundação tem com advogados e escritórios que precisam ser contratados para acompanhar essas ações judiciais.

Print Friendly, PDF & Email