Ex-presidente do Funcef é preso no ES durante a Operação Greenfield

Segunda, 05/09/2016, 11:56

Ligado ao PT, Guilherme Lacerda também é ex-diretor do BNDES. Ele foi preso em casa, em Vila Velha.

  • DURAÇÃO: 1:07

Guilherme Lacerda foi preso em casa, em Vila Velha (Crédito: Gazeta Online/Arquivo)

Guilherme Lacerda foi preso em casa, em Vila Velha

Crédito: Gazeta Online/Arquivo

Diony Silva (CBN Vitória)

A Operação Greenfield da PF apura um desvio de R$ 8 bilhões no Funcef, Petros, Previ e Postalis. Ao todo, são cumpridos 106 mandados de busca e apreensão, 34 mandados de condução coercitiva e 7 mandados de prisão temporária. As ações ocorrem em São Paulo, Rio de Janeiro, Bahia, Espírito Santo, Rio Grande do Sul, Paraná, Santa Catarina, Amazonas e no Distrito Federal. Fontes da Polícia Federal confirmaram à reportagem da CBN Vitória que o petista Guilherme Lacerda, ex-diretor do BNDES, é um dos presos na operação. Ele foi preso em casa, em Vila Velha, na manhã desta segunda-feira.

Os alvos são 74 pessoas físicas e 38 jurídicas. A operação Greenfield investiga irregularidades em quatro dos maiores fundos de pensão do país.
Os focos da operação “Greenfield” são a Funcef (fundo de pensão de funcionários da Caixa), a Petros (de trabalhadores da Petrobras), a Previ (de funcionários Banco do Brasil) e o Postalis (de trabalhadores dos Correios). A ação da PF conta com auxílio do Ministério Público Federal, a Superintendência Nacional de Previdência Complementar (Previc) e a Comissão de Valores Mobiliários (CVM).

Greenfield
O nome da operação faz alusão a investimentos que envolvem projetos incipientes (iniciantes, em construção), ainda no papel, como se diz no jargão dos negócios. No sistema financeiro, o contrário de investimentos Greenfield é o Brownfield. Nesse tipo, os recursos são aportados em um empreendimento/empresa já em operação.

http://m.cbn.globoradio.globo.com/editorias/policia/2016/09/05/EX-PRESIDENTE-DO-FUNCEF-E-PRESO-NO-ES-DURANTE-A-OPERACAO-GREENFIELD.htm

Print Friendly, PDF & Email