Pedro Parente anuncia que vai retomar obras no Comperj

RIO – A Petrobras vai retomar as obras do Complexo Petroquímico do Rio de Janeiro (Comperj), em Itaboraí, que estão praticamente paradas desde o ano passado. A informação foi dada nesta quinta-feira pelo presidente da Petrobras, Pedro Parente, em entrevista à Míriam Leilão, na Globo News. Parente deixou claro que o objetivo será construir a Unidade de Processamento de Gás (UPGN), e a Central de Utilidades (fornecedora de água, energia, gases, entre outros produtos para o funcionamento do complexo).

Parente visitou recentemente o Comperj, onde a companhia já investiu US$ 13 bilhões, e admitiu que não sabe ainda se o projeto conseguirá recuperar esses investimentos.

ADVERTISEMENT

— Imediatamente nós vamos continuar as obras relacionadas à linha de gás que vem do pré-sal para a gente aproveitar essa terceira linha importante para os novos campos. Então a parte do terminal do gás do Comperj vai ser terminado, e será preciso de coisas como escritórios, geradores, essas coisas que tem que ter para as duas unidades que você vai precisar fazer para o gás. Esta parte do Comperj, sim, o restante nós não temos previsão — afirmou Parente.

Sobre a refinaria da Abreu e Lima, em Pernambuco disse que “estranhou” o fato de seus custos terem passados de US$ 2,8 bilhões para US$ 17 bilhões.

— Eu estranho como é que essas coisas possam ter passado sem que alertas tenham sido levantados no decorrer dessa sucessão de aumento de preços dessa obra. Isso é uma coisa que realmente me chamou a atenção — destacou Parente que completou:

— Como a gente recupera isso? Hoje o resultado desses anos, primeiro de roubalheira, e depois dessas obras todas que não produzem resultados para a empresa é uma dívida que está em cerca cinco vezes a geração de caixa da companhia — destacou Parente.

PETROBRAS PODE PERDER MERCADO

O novo presidente da Petrobras admitiu na entrevista à Míriam Leião, que a companhia não poderá ficar por muito tempo com os preços dos combustíveis muito acima dos preços internacionais sob o risco de perder mercado para as importações feitas por outras companhias. . A Petrobras está vendendo os preços da gasolina e do óleo diesel acima dos preços internacionais desde o ano passado quando os preços do petróleo tiveram forte queda.

— É claro que o próprio mercado dá balizadores. A gente não pode praticar um preço interno muito acima do preço internacional porque é bom lembrar que o mercado é livre no Brasil, não é só Petrobras que pode importar. Ouros entrantes começam a importar e começa a haver um risco de perda de Market share (mercado). O mercado constitui uma linha de disciplina para que a empresa não abuse de sua política de preços . Porque ela precisa sempre levar em conta essas questões que estão presentes em qualquer empresa quando você fixa seus preços — afirmou Parente.

Na entrevista o presidente da Petrobras voltou a garantir que a companhia terá total autonomia para realizar sua política de preços dos combustíveis, e que isso foi uma das condições feitas para aceitar assumir o cargo no último dia 1 de junho.

— A empresa tem que ter liberdade para a fixação de seus preços. O que é impossível, inclusive para seu programa de parcerias e desinvestimentos , que a gente possa fazer isso em determinadas situações, sem ter uma liberdade para a fixação de preços — destacou.

Sobre o programa de desinvestimentos, o presidente destacou que cada caso está sendo avaliado se vende o controle do ativo ou não. Segundo ele a avaliação é sempre considerando o preservar os objetivos estratégicos e gerar o melhor resultado para a empresa. No caso da Petrobras Distribuidora (BR),l Parente disse que a companhia recebeu há três dias as propostas dos interessados sem contudo detalhar que aideia será vender uma participação minoritária ou o seu controle.

— Acabamos de receber há três dias as ofertas da BR. Nós temos que analisar essas ofertas para ver se elas estão valorizando adequadamente esse ativo. Se não estiverem temos que revisitar essa discussão e fazer o que for necessário — garantiu.

http://oglobo.globo.com/economia/pedro-parente-anuncia-que-vai-retomar-obras-no-comperj-19526533

Print Friendly, PDF & Email