O mistério de Manguinhos

única refinaria privada do país, a de Manguinhos, além de não refinar uma gota sequer de petróleo há anos e não pagar ICMS dos combustíveis que vende, pode estar sendo usada para outros fins.

Apesar de existirem inúmeros fornecedores no Golfo Pérsico, Manguinhos compra derivados de petróleo de um exportador de nome Carrollton Oil, situado nas Ilhas Virgens Britânicas. Sabe-se lá porquê, paga até 90% mais caro do que o preço internacional.

Em 2015, a refinaria chegou a pagar mais de R$ 2 por litro de óleo bruto de petróleo, enquanto a gasolina A já pronta vendida pela Petrobras no mercado interno estava custando menos de R$ 1,40.

Manginhos pertence ao advogado Ricardo Magro, ligado a Eduardo Cunha e à cúpula do PMDB carioca.

No ano passado, Manguinhos pediu à ANP autorização para importar cerca de 40 milhões de litros de óleo bruto por mês. Mas parece que os negócios vão de vento em popa: este ano, somente em janeiro e fevereiro, o pedido foi de cerca de 300 milhões de litros do principal insumo da gasolina.

http://blogs.oglobo.globo.com/lauro-jardim/post/o-misterio-de-manguinhos.html

Print Friendly, PDF & Email