O investimento foi feito na Multiner, empresa do fundador do BVA

Nestor Cerveró revelou que o senador Edison Lobão, quando ministro de Minas e Energia, determinou que a Petros investisse em empreendimentos oferecidos pelo BVA e que acabaram dando prejuízo milionário ao fundo de pensão dos servidores da Petrobras.

“O investimento foi feito, sendo que passados alguns anos o banco faliu e a Petros perdeu o dinheiro investido”, disse Cerveró, que alegou não se lembrar da empresa que recebeu o dinheiro da Petros e o valor da operação.

O Antagonista lembra que a Petros investiu no total R$ 1 bilhão em ‘projetos’ do BVA. O investimento citado por Cerveró foi feito na Multiner, empresa de José Augusto Ferreira dos Santos, fundador do BVA e amigo de Lobão.

A Multiner arrecadou R$ 418 milhões em oito fundos de pensão para supostamente construir termelétricas, pequenas hidrelétricas e centrais eólicas. A Petros foi a maior acionista, com 41,9% das cotas.

A operação que envolve Lobão também teve a participação de Wagner Pinheiro, que presidia a Petros, e Humberto Pires Grault, ligado a João Vaccari.

http://www.oantagonista.com/posts/refrescando-a-memoria-de-cervero

Print Friendly, PDF & Email