Quem são nossos algozes

PlayPause
Quem assinou o TAC com a Previc
pelo valor máximo e corrigido ?
Crueldade e covardia
Play
TAC ASSINADO
A representação de conselheiros eleitos com os votos dos Participantes não vem refletindo a defesa de nossos interesses
RESOLUÇÃO CGPC Nº 26, DE 29/09/2008
Art. 28.
§ 2º O plano de equacionamento deverá contemplar, ao menos, o resultado deficitário
acumulado apurado ao final de cada exercício social que ultrapassar o limite de déficit
Porque não foi o ao menos, de R$ 16,1 bilhões?
Play
As consequências

Encontraram uma solução confortável para que não se tenha mais preocupação em procurar maior rendimento e, com extrema insensibilidade, disseminaram o desespero em centena de milhares de participantes e familiares.

E nós os participantes, nos tornamos por 24 meses (2016-2017) o maior e melhor investimento da Petros, rendendo líquido e certo a meta atuarial. Prematuramente vamos acrescentar ao patrimônio da Petros R$11,6 bilhões (R$27,7 – R$16,1 bilhões).

As contribuições extras não podem depender de premissas atuariais, porque todas, por definição, já foram consideradas quando da determinação do valor/percentual das contribuições normais.
Observem que não está sendo considerado a injustiça de nos inputar a cobrança de investimentos temerários e dívidas da patrocinadora.

Equacionamento, nada mais é do que pagar uma ‘’dívida’’ (feita por outros) e, se a insuficiência é de X%, significa que as reservas de TODOS estão desfalcadas em X% (característica de planos mutualistas, BD), então todos têm que descontar X%.

Image is not available
por Justiça
E por isto tudo clamamos
TAC ASSINADO
A representação de conselheiros eleitos com os votos dos Participantes não vem refletindo a defesa de nossos interesses
Arrow
Arrow
1
2
3
4
5
6
7
8
9
Slider

Tecnologias do Futuro da Petrobras

Desafios do Pré-Sal – OTC 2015

Conheça as 10 tecnologias premiadas do Pré-Sal na Offshore Technology Conference. As tecnologias que tornaram possível a produção nas condições inóspitas do pré-sal foram testadas, comprovadas e hoje representam um importante legado para a indústria petrolífera.

Como será a produção de petróleo e gás daqui a 10, 15, 20 anos?

Nossos pesquisadores, em parceria com fornecedores e universidades,
trabalham diariamente projetando novas tecnologias.

http://www.petrobras.com.br/infograficos/tecnologia-e-inovacao/tecnologias-do-futuro/