GRU AIPORT (INVEPAR 40,8%) – REGRA CONTÁBIL É A PRINCIPAL CAUSA DA MELHORIA DOS NÚMEROS DE GUARULHOS NO 2º TRIMESTRE

O prejuízo da GRU Airport, concessionária do aeroporto de S. Paulo – Guarulhos, da qual a Invepar detém uma fatia de 40,8%, ​diminuiu​  de R$206 milhões no 1º trimestre de 2017 para R$124 milhões no 2º, totalizando R$3,051 bilhões de prejuízos acumulados desde o início da concessão. O lucro bruto contribuiu com apenas R$15 milhões … Leia mais

Fundos de pensão acumulam déficit de R$ 71,7 bilhões em 2016 e a métrica com a Valia

Os fundos de pensão registraram um deficit acumulado de R$ 71,7 bilhões em 2016, conforme dados divulgados pela Associação Brasileira das Entidades Fechadas de Previdência Complementar (Abrapp). Pelo menos 80 fundações tiveram resultado negativo em 205 planos de benefícios, uma queda em relação ao resultado de 2015, quando 92 fundos de pensão tiveram um rombo … Leia mais

“Conta de padeiro” de candidato ao CD é corrigida pela Petros

O debate dos candidatos levantou questionamentos sobre a rentabilidade do Plano Petros 2 (PP-2) comparada com a caderneta de poupança. Para mostrar como o PP-2 tem sido competitivo – até porque seu patrimônio dobra mensalmente com a contrapartida da patrocinadora, preparamos uma comparação do rendimento do plano nos últimos anos com outros investimentos. Na comparação … Leia mais

ATENÇÃO – Apresentação ao vivo dos resultados de 2016 inaugura nova era na PETROS – Veja o arquivo apresentado

Em evento inédito, ao vivo e aberto a perguntas dos participantes cadastrados no portal da Fundação, o presidente Walter Mendes e os diretores de Seguridade, Flávio Castro, e Administrativo e Financeiro, Henrique Trinckquel, ​apresent​aram​ ​o desempenho de seus principais planos, o PPSP e o PP2, relativo ao ano de 2016. O evento do dia 2 … Leia mais

Estamos virando a página de uma triste e repugnante fase da história da PETROS

Após mais de dezena de anos de gestões compromissadas com o poder político, totalmente partidarizadas, podemos afirmar: O estrago foi grande! Em 17 meses o Sr. Henrique Jäger, ex-presidente da Petros, conseguiu pela incompetência, omissão e inação elevar o déficit de 8,22 para 24,1 bilhões de Reais.  Uma calamidade! A atual gestão da Petros que … Leia mais

CD da Petros aprova resultados de 2016: Rombo de R$ 27 bilhões

Petros fecha 2016 com a melhor rentabilidade em quatro anos, mas déficit também cresce O Conselho Deliberativo da Petros aprovou nesta sexta-feira (26/5) as demonstrações contábeis da Fundação referentes a 2016, que mostram a melhor rentabilidade dos últimos quatro anos, com retorno dos investimentos de R$ 7,468 bilhões. Mesmo com rentabilidade de 11,53%, bem próxima … Leia mais

Critérios Nebulosos + Alta Concentração + Baixíssima liquidez = Déficit explosivo na PETROS em 2015

(Clique na imagem para ampliar)
(Clique na imagem para ampliar)

 

Pessoas ligadas à administração de fundos de pensões, principalmente aqueles patrocinados por empresas estatais federais, têm se esforçado em demonstrar que os rombos atuariais espetaculares apresentados em seus planos de aposentadoria são consequência da conjuntura econômica adversa.  Nada mais falso.

Leia mais

NEGÓCIO CONDENADO PELA PREVIC E PELA CPI DOS FUNDOS DE PENSÃO RESPONDE POR 18,5% DO DÉFICIT DO PPSP EM 2015

pendurado

Em 30 de dezembro de 2010 a Petros adquiriu da Camargo Corrêa e outros, pagando prêmio de controle, cerca de 12,7% do capital votante da Itaúsa, holding que controla o banco Itaú. Investiu na operação R$3,09 bilhões, que correspondiam a  6,3% do patrimônio do PPSP na época.  Para saldar a aquisição foram vendidos títulos federais no valor de R$2,6 bilhões, complementados com recursos oriundos de outras fontes.

Leia mais

Análises dos Resultados da PETROS em 2015

Criamos no menu do site o ítem ANÁLISES 2015 Após a aprovação pelo Conselho Deliberativo da PETROS  de Walter Mendes para a presidência da PETROS, foi liberado para os Participantes o Relatório de Atividades de dezembro de 2015. Estamos trabalhando em suas informações e preparando tabelas e gráficos, bem como nossas análises. Na medida em que formos … Leia mais