A trajetória do preço do combustível no Brasil nos últimos 17 anos

Se olharmos para a evolução do preço médio do combustível encontrado pelos consumidores nos postos de gasolina desde junho de 2001, teremos o gráfico ao lado.
Ele parece indicar um aumento progressivo no preço do combustível de diferentes tipos nesse período.

 

Entretanto, se corrigirmos os valores pela inflação do período*, veremos que os preços médios da gasolina e do etanol na verdade caíram desde 2001, apresentando um ligeiro aumento desde o começo de 2017.  Entre 2011 e 2014, o governo realizou o represamento (ou congelamento) dos preços da gasolina para segurar o aumento da inflação.

Essa medida influenciou também o preço do etanol, já que consumidores com carros flex escolhem o combustível pelo preço.  Os empresários do setor de álcool tiveram de segurar seus preços para acompanhar a variação de preços da gasolina.  A variação percentual individual de cada tipo de combustível nos últimos 17 anos foi a seguinte:

 

https://www.nexojornal.com.br/grafico/2017/10/16/A-trajet%C3%B3ria-do-pre%C3%A7o-do-combust%C3%ADvel-no-Brasil-nos-%C3%BAltimos-17-anos

Print Friendly, PDF & Email