Relatório de Atividades – Registro na Ouvidoria da Petros


De:
Ouvidoria Petros <ouvidoria>
Data: 22 de maio de 2018 13:14:29 BRT
Para: “abdogavinho” <abdogavinho>
Assunto: Ouvidoria Petros 18/0298254

Prezado Senhor Abdo,

 

Agradecemos o contato com a Ouvidoria da Petros.

A sua manifestação recebeu o seguinte número de protocolo: 18/0298254.

 

A demanda será tratada pela área pertinente e lhe retornaremos com a resposta.

Dúvidas ou outras informações sobre nossa Ouvidoria podem ser obtidas no nosso site: https://www.petros.com.br/PortalPetros/faces/Petros/generallinks/botaoHorO?_adf.ctrl-state=kvuhcc13d_4&_afrLoop=334457755629900

Atenciosamente,

Ouvidoria Petros

Fundação Petrobras de Seguridade Social – Petros

Tel.: (21) 2506-0699

E-mail: ouvidoria@petros.com.br

 

 

De: abdogavinho@gmail.com [mailto:abdogavinho@gmail.com]
Enviada em: domingo, 13 de maio de 2018 14:15
Para: Ouvidoria Petros <ouvidoria@petros.com.br>
Cc: Presidência <presidencia@petros.com.br>
Assunto: Novo portal é mais um passo na modernização da Petros, mas o fundamental Relatório de Atividades DESAPARECEU

 

Prezada Ouvidoria da Petros,

SOLICITO EXPLICAÇÕES DETALHADAS E OBJETIVAS AO ABAIXO RELACIONADO:

A Petros publicou no seu site o texto abaixo, recheado de auto propagandas de transparência, eficiência, modernização, etc.  Afirmou ainda que “Os principais números da Fundação, que antes eram atualizados anualmente, passarão a ser ajustados todo mês”, mas não conseguimos identificar aonde. AONDE?

Estranhamos que o tradicional Relatório de Atividades da Petros tenha o seu último mês de publicação em dezembro de 2017.  O Relatório de Atividades da Petros divide-se em cinco partes, além da Introdução. A primeira contém informações referentes à conjuntura econômica. A segunda traz um panorama do setor de previdência complementar fechada, seguido pela terceira parte, que detalha o programa de investimentos da Petros. Já a quarta parte detalha as informações de seguridade e a quinta e última, o programa administrativo, detalhando e consolidando informações de todos os planos da Petros.

As publicações Boletim de Resultados e Relatório de Atividades – Investimentos, apresentados distintamente para PPSP-R e PPSP-NR, também tem o seu último mês de publicação em dezembro de 2017, e não mais apresentam o acompanhamento das informações de gestão e seguridade.

A publicação Balancetes e Resultados apresenta o último mês em janeiro de 2018.

Tratam-se estes relatórios de arquivos em PDF que em nada são interferidos para sua disponibilização no site reformulado, por tratar-se de meros links, recurso vulgar e primário para sites na web.

Enfim, até o momento e, salvo maiores explicações da Petros, o texto abaixo publicado no site da fundação, trata-se de mais uma falácia dessa gestão da Petros.

Transparência e publicidade em atos de gestão e resultados não é favor ou generosidade.  É dever.   Ir além do que a lei prevê e que há décadas tínhamos mensalmente à nossa disposição é uma conquista que agora vemos o vergonhoso descaramento de uma diretoria que se autodenomina competente, profissional, comprometida com princípios de governança corporativa, com a ética e a moral, dissimuladamente sonegar estas informações.

Estão deixando muito a desejar, em muitos aspectos obscuros, entre o discurso e os atos, que podem não ferir a lei, já que ela não favorece à prestação de contas aos participantes, mas, denigre a biografia e o caráter desses gestores.

Abdo Gavinho

Matrícula Petros – 280109

Para oferecer aos seus participantes serviços cada vez mais eficientes, rápidos e seguros, a Petros está passando por um amplo processo de modernização. Há mudanças sendo implementadas em diferentes frentes. Uma delas é a reformulação do Portal Petros, que entrou no ar hoje. Com desenho mais moderno, o novo portal deixa de ter como foco notícias e passa a dar destaque aos serviços prestados aos participantes, como empréstimo, extrato e contracheque. Além disso, o layout agora é responsivo, ou seja, se adapta às telas de celulares e tablets, facilitando a navegação a partir de dispositivos móveis.

“Estamos conduzindo um profundo trabalho de transformação e modernização da gestão da Petros e o portal reflete este novo momento. Temos o dever de prestar um serviço de qualidade aos participantes, com eficiência e transparência, valores com os quais estamos construindo as bases que levarão a Petros a retomar seu lugar de referência no setor”, destaca o presidente Walter Mendes.

O Portal Petros ganhou novos conteúdos e mais transparência. Informações que antes estavam na área restrita, agora estão disponíveis na área aberta e acessíveis a todos. A linguagem é mais simples, com textos curtos e explicativos. Na aba “A Petros”, por exemplo, há a descrição do que fazem os conselhos Deliberativo e Fiscal. Os principais números da Fundação, que antes eram atualizados anualmente, passarão a ser ajustados todo mês. Também há um espaço sobre governança, que explica os princípios fundamentais e como a Petros age para controlar riscos.

Em “Serviços”, destacam-se uma área dedicada exclusivamente aos pensionistas e outra com informações sobre educação financeira. As principais regras dos empréstimos agora estão mais fáceis de serem acessadas, porque estão disponíveis na área pública, onde também há um tira-dúvidas só sobre o tema. Mesmo sem ter havido troca da plataforma na qual funciona o portal, alguns serviços que antes não estavam disponíveis 24 horas, como a consulta a empréstimos, poderão ser acessados a qualquer momento.

Outra novidade é a criação de um espaço exclusivo para fornecedores e empresas que queiram se tornar parceiras comerciais da Fundação.

Os próprios participantes têm demonstrado que preferem se comunicar com a Fundação pelos meios digitais. Esta foi a opção escolhida por 67% deles, segundo a Pesquisa de Satisfação de 2017. E o portal, aparece como a forma preferida de obter informações, citado por 58% dos entrevistados, um salto em relação ao ano anterior, quando o portal foi apontado como fonte preferencial por 52% deles.

O redesenho do portal foi totalmente desenvolvido pela equipe da Petros, sem gerar custos extras para a Fundação. Nesta primeira etapa, foi reformulada a parte pública do portal. A Área do Participante já sofreu algumas alterações. Mudanças mais significativas ocorrerão posteriormente, numa segunda fase do trabalho.

Novo sistema de gestão

E não é só o Portal Petros que está se modernizando. Também está em fase de implantação o ERP, sistema de gestão de dados mais avançado e alinhado às práticas de mercado. O novo sistema, que entra em operação em julho, vai integrar as informações das diferentes áreas da Petros e dar suporte às demandas administrativas e financeiras, padronizando processos e aumentando a eficiência.

No médio prazo, outra grande mudança será a modernização dos sistemas previdenciários da Fundação, medida que tem como principal objetivo melhorar o serviço prestado aos participantes, por meio da automatização. Isso vai garantir precisão, segurança e permitir que praticamente que quase todos os serviços sejam facilmente solicitados pela web, agilizando o atendimento.

A Fundação também tem em seus planos o desenvolvimento de um aplicativo para que os participantes possam acessar os serviços da Petros diretamente dos seus celulares.

Também está em curso a implantação do contracheque digital, que está substituindo os demonstrativos impressos enviados para a casa dos aposentados por uma versão digital, que chega via e-mail ao participante e é protegida por senha. Para que todos tenham tempo de se adaptar à mudança, o processo está acontecendo de forma gradual, englobando a cada mês um novo grupo de aposentados. O contracheque digital permite ao participante acesso mais rápido aos dados e maior economia para a Fundação. Só no ano passado, a Petros gastou cerca de R$ 1,4 milhão com impressão e postagem e gerou cerca de 850 mil folhas de contracheque.

Outra experiência digital foi o recadastramento dos participantes ativos e aposentados do Plano Petros do Sistema Petrobras-Repactuados (PPSP-R), Plano Petros do Sistema Petrobras-Não Repactuados e Plano Petros-2, que foi realizado pela internet e conseguiu a adesão de mais de 90% do público-alvo da campanha, que era formado por mais de 100 mil pessoas.

A Petros também está se preparando para usar um novo software com o objetivo de otimizar e automatizar algumas de suas rotinas. A novidade, que vai começar pela área Jurídica, possibilitará o acesso mais rápido a informações de diversos bancos de dados combinados, fornecendo subsídios mais precisos para análise do Jurídico da Fundação, apoiando a tomada de decisão. Após esta “varredura”, o sistema apresentará uma resposta com diagnósticos possíveis. A previsão é que a ferramenta entre em funcionamento no fim do primeiro semestre e, posteriormente, seja estendida a outras áreas da Petros.

https://www.petros.com.br/PortalPetros/faces/Petros/arqnot/not?_afrLoop=57371910610891&content=WCC047730&_afrWindowMode=0&_adf.ctrl-state=12wmg3aohk_400

Print Friendly, PDF & Email