Bradespar nega “relação azeda” com a Litel na Vale

A Bradespar (BRAP4) refutou as informações de uma matéria publicada nesta quarta-feira (9) no Valor em que fala sobre uma “dissenção” entre a Litel e ela na Vale. Segundo um comunicado enviado à CVM, a Bradespar diz que as duas empresas “sempre atuaram de forma colaborativa com os demais sócios relevantes da Valepar, tanto na defesa de direitos em processos judiciais quanto na geração de valor para todos os sócios da Vale, os acionistas das companhias, milhares de pensionistas e a sociedade em geral”.

A reportagem “Ação do Opportunity azeda relação entre sócios da Vale” argumenta que quatro fundos de pensão estatais estão dispostos a acionar judicialmente a Bradespar, sua sócia na Vale, apoiadas em um documento em que o braço de participações do Bradesco reconhece o direito integral da Elétron, ligada ao Opportunity, de demandar uma opção de compra de ações da extinta Valepar, a holding que controlava a mineradora até o ano passado.

A holding alega na nota que “os direitos arrogados pela Elétron ainda não foram reconhecidos e decorrem de uma arbitragem cuja regularidade é objeto de recursos no Superior Tribunal de Justiça. Nesse sentido, a Bradespar repudia o vazamento de informações à imprensa, com o nítido propósito de criar falsas percepções de mercado”.

https://moneytimes.com.br/fast/bradespar-nega-relacao-azeda-com-a-litel-na-vale/

Print Friendly, PDF & Email