Desculpem, notícia de 2007

Pedimos desculpa aos nossos leitores

Nossos sistemas de monitoramento e rastreio de notícias falhou ao capturar notícia de 2007.

FAVOR DESSCONSIDERAR

DESCULPEM

 

O Banco do Brasil vai centralizar serviços, desativar gerencias e cargos comissionados e abrir novas funções. No pacote, abriu programas de demissão e de aposentadoria antecipada. As adesões devem ser feitas até final de junho e todo o processo de reformulação do banco e a implementação das medidas deve terminar em dezembro.

Cerca de 12 mil funcionários atendem aos requisitos para a aposentadoria antecipada: 50 anos de idade e 15 anos de contribuição ao fundo de pensão Previ. O banco afirmou que não tem meta de redução do quadro. O BB tem 85 mil funcionários em todo o país, sendo 50 mil comissionados.

O programa faz parte de uma pacote de ações, que, segundo o presidente do BB, Antonio Barreto, têm o objetivo de aumentar a eficiência operacional, melhorar a dinâmica da gestão e manter a liderança no mercado.

Entre as medidas estão o aperfeiçoamento do modelo de gestão, a implantação de novo modelo de relacionamento com clientes, a centralização dos processos de suporte operacional, com racionalização de recursos de infra-estrutura e logística e o reforço da estrutura de 415 agências de pequeno porte.

As cidades de Belo Horizonte, Brasília, Curitiba, Recife e São Paulo centralizarão os serviços anteriormente executados em todo o país de operações de suporte –atividades voltadas à logística e ao apoio negocial. Outras onze centralizarão os núcleos de atendimento a operação de créditos.

Com a centralização, 27 locais serão desativados, 366 funcionários serão transferidos e 700 temporários serão dispensados.

Para melhorar o atendimento nas agências, o Banco do Brasil vai desativar 5.400 cargos em comissão e ativar outros 6.500, também comissionados. No balanço, 1.100 cargos comissionados serão criados pelo banco.

O BB também anunciou que vai promover 415 funcionários ao cargo de gerente de expediente que vão atuar nas 415 agências de pequeno porte.

Para o presidente Antonio Lima Neto, essas medidas aprimoram o processo decisório nas diversas instâncias da empresa e estabelecem novos parâmetros de relacionamento com os clientes, com valorização dos profissionais que estão em contato mais direto com o público.

Para ele, a centralização dos processos de suporte operacional trará ganho para o desempenho do banco, já que haverá a liberação de funcionários e gerentes para prospecção e realização de negócios.

http://reporternews.com.br/noticia/228721/banco_do_brasil_lanca_aposentadoria_antecipada_que_pode_atingir_12_mil_

Print Friendly, PDF & Email