Índice Imobiliário da Abrapp reflete a lentidão do retorno da renda

IGMI-C divulga dados do 1º trimestre 2018

Os dados do Índice Geral do Mercado Imobiliário Comercial (IGMI-C), referente aos três primeiros meses deste ano, mostram que as taxas de retorno da renda, capital e total foram de, respectivamente, 1,47%, 0,23% e 1,70%, sobre o trimestre anterior. A taxa de retorno do capital apresentou sua segunda variação positiva, após seis trimestres consecutivos em contração.

A taxa de retorno da renda, por sua vez, desacelerou em relação ao trimestre anterior, fazendo com que a taxa de retorno total também desacelerasse em relação à observada no último trimestre de 2017 (1,90%). Com este resultado no primeiro trimestre de 2018, a taxa de retorno total anualizada manteve-se praticamente estável com relação à do último trimestre de 2017.

Ainda com relação ao 1º tri, as taxas anualizadas de retorno da renda, capital e total foram de, respectivamente, 6,79%, -0,10% e 6,68%. A redução no ritmo de queda da taxa de retorno do capital anualizada no primeiro trimestre de 2018 mais uma vez compensou a desaceleração da taxa anualizada de retorno da renda no período, fazendo com a que a taxa anualizada total ficasse praticamente inalterada com relação à verificada no trimestre anterior (-6,67%).

A estabilidade da rentabilidade anualizada dos imóveis comerciais na passagem do último trimestre de 2017 para o primeiro de 2018 reflete a lentidão da retomada da atividade econômica no período, após o final da recessão iniciada em 2014 e só encerrada no final de 2016.

O IGMI-C é produzido pela Abrapp em parceria com a FGV desde 2011, com a série histórica desde 2000. Para este período do 1º trimestre de 2018, o índice foi calculado a partir de uma amostra composta por 342 imóveis.

https://mailchi.mp/abrapp/acontece-cdigo-de-autorregulao-recebe-adeso-da-funpresp-jud-1411885?e=7ff499aac7

Print Friendly, PDF & Email