Preços de venda e locação de imóveis comerciais têm queda em março

Considerando o primeiro trimestre do ano, a variação no preço médio de venda (0,70%) se equipara à inflação acumulada no período pelo IPCA (0,70%), impulsionado pelo avanço nos preços no Rio de Janeiro (+1,37%) e São Paulo (+0,82%).

Relacionado

Por outro lado, o preço médio de locação de imóveis comerciais acumula queda de 0,76%, sendo influenciado, sobretudo, pela variação negativa no preço do aluguel comercial no Rio de Janeiro (-3,61%).

No horizonte dos últimos 12 meses, o Índice FipeZap Comercial aponta queda nominal de 2,29% e 3,78%, respectivamente, nos preços de venda e locação de conjuntos e salas comerciais (a inflação acumulada no período é de 2,68%).

O investimento em imóveis comerciais tem oferecido um retorno médio inferior ao CDI (ou Certificado de Depósito Interbancário, um título emitido pelas instituições financeiras). desde 2014, diferencial que se acentuou a partir de 2015, segundo informou a Fipe.

Nos últimos 12 meses, o CDI apresentou uma rentabilidade média de 8,4%, enquanto os proprietários de imóveis comerciais obtiveram um retorno médio de 2,1% –percentual que inclui a renda média do aluguel e a valorização dos ativos.

Em março, o valor médio do metro quadrado anunciado nos municípios monitorados foi de R$ 9.702 no caso de imóveis comerciais à venda, e R$ 40,08, no caso de imóveis para locação.

Rio de Janeiro se manteve no topo do ranking de venda, com o preço mais caro por m² ($ 10.674 ), enquanto São Paulo permanece com o maior preço médio de locação (R$ 43,47/m² ), além de oferecer a maior taxa de rentabilidade do aluguel comercial entre as cidades monitoradas, com retorno anualizado de 5,5%.

Vários dados indicam uma retomada lenta da economia neste início de ano. As vendas do varejo caíram 0,22% em fevereiro, enquanto os serviços subiram apenas 0,1% no mês.

http://www.destakjornal.com.br/seu-valor/detalhe/precos-de-venda-e-locacao-de-imoveis-comerciais-tem-queda-em-marco

Print Friendly, PDF & Email