Acordo com Petros é positivo para Petrobras, dizem Citi e BTG

Acordo com Petros é positivo para Petrobras, dizem Citi e BTG

O acordo com a Petros para o ajuste do déficit do fundo de pensão irá cortar do balanço da Petrobras R$ 14 bilhões que estavam “bloqueados” em suas demonstrações financeiras.

Isso porque, como ressalta o BTG Pactual, a empresa tinha provisionado para tal finalidade R$ 28 bilhões e, agora, terá a diferença dos R$ 13,7 bilhões do acordo livres.

O restante será assumido pelos funcionários da empresa. Segundo os analistas, a notícia “definitivamente boa”. A recomendação do BTG é de compra.

O Citi estima que a responsabilidade da companhia poderia enfrentar uma redução líquida de R$9 bilhões até o final do ano, dado que a Petrobras transferiria R$14 bilhões da responsabilidade do plano aos beneficiários.

O analista Pedro Medeiros recomenda a compra das ações (PETR4), com preço-alvo de R$ 21,80.

https://www.moneytimes.com.br/acordo-com-petros-e-positivo-para-petrobras-dizem-citi-e-btg

Acordo com Petros é positivo para Petrobras, dizem Citi e BTG
O acordo com a Petros para o ajuste do déficit do fundo de pensão irá cortar do balanço da Petrobras R$ 14 bilhões que estavam “bloqueados” em suas demonstrações financeiras.

Gostou desta notícia? Receba nosso conteúdo gratuito

Isso porque, como ressalta o BTG Pactual, a empresa tinha provisionado para tal finalidade R$ 28 bilhões e, agora, terá a diferença dos R$ 13,7 bilhões do acordo livres.

O restante será assumido pelos funcionários da empresa. Segundo os analistas, a notícia “definitivamente boa”. A recomendação do BTG é de compra.

O Citi estima que a responsabilidade da companhia poderia enfrentar uma redução líquida de R$9 bilhões até o final do ano, dado que a Petrobras transferiria R$14 bilhões da responsabilidade do plano aos beneficiários.

O analista Pedro Medeiros recomenda a compra das ações (PETR4), com preço-alvo de R$ 21,80.

Print Friendly, PDF & Email