O “fim horroroso” feedly

—-
O “fim horroroso”
// Radar on-line – Lauro Jardim – VEJA.com

De saída

De saída

Funcionária de carreira da Petrobras, onde foi de estagiária a presidente, Graça Foster teve um fim de gestão melancólico à frente da petroleira. Demitida pela amiga Dilma Rousseff depois de alguns pedidos para deixar o cargo, Graça pôde colocar em prática, enfim, uma frase bastante usada por ela desde o início da crise (leia mais aqui):

– Melhor um fim horroroso do que um horror sem fim.

—-

Shared via my feedly reader

Enviado via iPhone de Abdo Gavinho

Print Friendly