Os 50 vinhos de Portugal

Cinquenta vinhos, com preços entre R$ 26, o Bairrada Reserva 2011, da vinícola Aliança, e R$ 918,60, o Porto Colheita 1963, da Burmester. Este é o resumo da lista dos melhores vinhos portugueses elaborada por Dirceu Vianna Júnior, o primeiro e único brasileiro a conquistar o Master of Wine (MW), o título máximo do mundo do vinho, e divulgada esta semana, em São Paulo.

Dirceu, que vive em Londres desde garoto, degustou mais de 600 vinhos para chegar aos campeões. Em sua seleção, procurou escolher brancos e tintos de acordo com o paladar brasileiro. “Minha ideia foi reunir estilos, castas, regiões e preços diferentes, para o consumidor ter acesso à diversidade de vinhos de Portugal”, afirma ele.

Dirceu-Viana.jpg

Dirceu Vianna Júnior fez a lista dos 50 melhores vinhos de Portugal
Assim, a relação traz vinhos para os consumidores exigentes, digamos assim, como o Pintas, do Douro (R$ 438,50, na Adega Alentejana), o Vinha Pan 2009, da Bairrada (US$ 111,50, na Mistral) ou o Muros de Melgaço 2011, de Vinhos Verdes (R$ 140, na Decanter). Mas traz também brancos e tintos mais simples e baratos. “Eu gosto de custo-benefício e Portugal é um país que não se precisa pagar uma fortuna por uma boa garrafa de vinho”, afirma. Na relação, só não tem espumantes e vinhos da região de Trás-os-Montes, no norte do país. Aqui, são vinhos que Dirceu gostaria de ter incluído na relação, mas não encontrou nenhum rótulo, entre as mais de seis centenas de amostras enviadas, com qualidade para entrar em sua lista.

Neste trabalho, primeiro o MW visitou as diversas regiões produtoras de Portugal, conheceu vinícolas e produtores e, num segundo momento, passou uma semana degustando os vinhos e montando a lista. Mas não conseguiu chegar aos 50. Assim, ele voltou para Portugal para uma segunda e final seleção. “Seria mais fácil montar uma lista com 100 vinhos, pela qualidade dos vinhos”, conta ele. De suas lições sobre Portugal, o especialista destaca a touriga nacional, ” que é a cara de Portugal”, nas tintas, e a encruzado, nas variedades brancas. Mas o que mais lhe atraiu foram os vinhos elaborados com o blend de castas portuguesas, variedades autóctones que dão personalidade à terrinha.

Confira, a seguir, a lista de Dirceu:

1 – Covela Escolha 2012, R$ 145, na Magnum
2 – Quinta da Levada 2012 (*)
3 – Soalheiro 2012 US$ 54,50 (a safra de 2011), na Mistral
4 – Quinta de Gomariz Grande Escolha 2012, R$ 80, na Decanter
5 – Casa da Senra 2012 (*)
6 – Tapada dos Monges 2012 (*), da Casa Flora/Porto a Porto
7 – Muros Antigos Loureiro 2012, R$ 50, na Decanter
8 – Portal do Fidalgo 2011, R$ 53, na Casa Flora/Porto a Porto
9 – Muros de Melgaço 2011, R$ 140, na Decanter
10 – Royal Palmeira 2009, R$ 140, na Ideal Drinks
11 – Quinta da Fonte do Ouro Encruzado 2011, R$ 80, na Adega dos 3
12 – Morgado de Santa Catherina 2010, R$ 80, na Wine.com
13 – Redoma Reserva branco 2011, US$ 109,50 (a safra de 2009), na Mistral
14 – Conceito 2010, R$ 180, na Épice
15 – Cortes de Cima Trincadeira 2011, R$ 151,60, na Adega Alentejana
16 – Terra D’ Alter Touriga Nacional 2010, R$ 49,70, na Obra Prima
17 – Herdade da Pimenta Grande Escolha 2010, R$ 180, na RJU
18 – Tinto da Talha Grande Escolha 2009, R$ 56, na Adega Alentejana
19 – Canto X 2009 (*)
20 – Cartuxa 2009, R$ 135,90, na Adega Alentejana
21 – Cortes de Cima Reserva 2009, R$ 477, na Adega Alentejana
22 – Dona Maria Reserva 2008, R$ 178,25, na Decanter
23 – Conde D’ Ervideira Private Selection 2008, R$ 150 na Intercom
24 – Aliança Bairrada Reserva 2011, R$ 26 (*)
25 – Vinha Pan 2009, US$ 111,50, na Mistral
26 – Marquesa de Alorna Reserva 2009, R$ 165,30, na Adega Alentejana
27 – Julia Kemper 2009, R$ 85, na Gracciano
28 – Quinta da Fonte do Ouro Touriga Nacional 2009, R$ 160, na Adega dos 3
29 – Casa da Passarela Vinhas Velhas 2009, R$ 139, na Vínica
30 – Quinta do Serrado Reserva 2009 (*)
31 – Quinta do Perdigão Touriga Nacional 2008, US$ 115 (a safra de 2006), na Mistral
32 – Quinta da Bica Reserva 2005, R$ 87, na Gracciano
33 – Quinta do Vallado Reserva Field Blend 2011 (*), no Tiago Soares
34 – Quinta da Casa Amarela Grande Reserva 2011, R$ 440, na Wine Mundi
35 – Casa Ferreirinha Callabriga 2010 (*), na Zahil
36 – Quinta do Crasto Reserva Vinhas Velhas 2010, R$ 160, na Qualimpor
37 – Pintas 2010, R$ 438,50, na Adega Alentejana
38 – Poeira 2010, US$ 128,50 (a safra de 2009), na Mistral
39 – Batuta 2010, US$ 215 (a safra de 2009), na Mistral
40 – Quinta do Passadouro Touriga Nacional 2010, R$ 214, na Adega Alentejana
41 – Quinta do Pessegueiro 2010, R$ 155, na World Wine
42 – Curriculum Vitae 2010, R$ 281, na World Wine
43 – Quinta de la Rosa Reserva 2009, R$ 288, na Ravin
44 – Chryseia 2009, US$ 179,90, na Mistral
45 – Quinta do Noval Touriga Nacional 2009, R$ 367, na Adega Alentejana
46 – Quinta do Portal Auru 2009, R$ 649, na Wines and Roses
47 – Bacalhôa Moscatel Roxo 2001, R$ 173,25, na Portuscale
48 – Justino’s Madeira Colheita 1995, R$ 170, na Casa Flora/Porto a Porto
49 – Graham’s Tawny 30 anos, US$ 279, na Mistral
50 – Burmester Porto Colheita 1963, R$ 918,60, na Adega Alentejana

(*) preço sob consulta ou sem importador no Brasil

Print Friendly